Bom Dia !

 29/04/2017 - 02:38:56
Buscar em: 
 
 Textos
 Parceiros
Hospede seu site na:


 
Saudade da Roça.





Saudade da Roa.




Agra saudade di no meu peito,
Quando vejo passar uma boiada.
Chora velho corao! No tem  outro jeito!
tempo passado... No temos mais nada!

Sofre alma minha! Escuta o longo gemido,
Do berrante tocando na mesma estrada...
Parece que inda ouo aquele latido,
Do meu co companheiro, l na invernada!

Meu pai ia frente,  com a sua viola,
Ao lado eu feliz, cheia de prosa e canseira...
Enfrentando a distncia, sol quente e poeira...

Ai, que sofreguido! Nada mais me consola!
Quando vejo uma boiada mugindo,
A saudade uma chibata me ferindo!




Josi Clemente


Cdigo do texto: 8ea345feb1b4238d40a0eac399bec95d
Enviado por: Josi Clemente em 04/04/2016
Copyright 2017 Todos os direitos reservados. Voc no pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permisso do autor.


 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Josi Clemente
Cuiab, MT, Brasil


Ver mais textos desta autora
 




 Publicar texto
    
Esqueceu a senha ?

 Visite tambm
 Sites e Blogs de Autores
 SITE DO AUTOR AVSPE
 IndaHost


 Divulgao
No Stio da Nh Chica
Genilton Vaillant de


Contos, Experincias
Lcio Reis

R$ 30.00

DVD DE POESIA 2008 *
ANTONIO CABRAL FILHO


Aliana Com Flores
Lcio Reis

R$ 30.00

Antologia Trova Legen
ANTONIO CABRAL FILHO


Antologia 13 Postal C
ANTONIO CABRAL FILHO


Duelo De Sombras - Po
ANTONIO CABRAL FILHO


Ciranda Nacional Cria
ANTONIO CABRAL FILHO


Ciranda Professor Em
ANTONIO CABRAL FILHO


Sinfonia de Amor
Escritora Vera Salbeg



VER MAIS LIVROS
 



Copyright INDAHOST 2017 Todos os direitos reservados No ar desde 01/09/2012.

| Home | Cadastro | Textos | Autores | Livros | Mural | Site Autor | Contato | Privacidade | Termos de uso |

Desenvolvido por Fritsche
Google