Quando o vento soluçar entre olmos
escurecendo meu olhar...
Lembrarei que na ânsia de voar matei
sonhos  no calor da realidade...

Desfiei colares de dores mumurando
ladainhas com gosto de mar...
Escorreguei na melodia dos poemas
afogando-me no rio saudade...

Trouxe a ilusão junto a paixão que
tornou-se  amor andando em praias
de areias brilhantes,vindas em mares
sombrios;despidos de sonhos...
 e tristes fados...

O rosto...ah meu rosto...criou vincos
traçados pelo sal que aportou nos lábios;
Veleiro à deriva do lume do olhar...
Não espero o amanhã...não peço pra ficar
Tenho pressa de partir...
                                 Tenho presssa de voltar...

 
Marcia Portella Views: 439

Código do texto: 4e4ec2149e2a390e580f921180b9acbb                  Enviado por: Marcia Portella em 12/11/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Marcia Portella
Goiânia, GO, Brasil


 Ver mais textos desta autora