Quando te olho no meio de um grupo,
eu te reverencio com o meu olhar;
o meu olhar te diz que te considero, te respeito...
Se me presenteia com o teu olhar, sinto-me feliz,
pois sei que sou valorizada por ti.
Olhar o outro é notar a presença do mesmo como
ser de luz que ele é.
Olhar com desprezo, ou não olhar, é sinal de que
somos ‘’personas non gratas’’, para a pessoa.
Mas às vezes, uma preocupação, um problema,
um vexame, a gente nada enxerga, ficamos cegos.
É importante lembrar na hora de julgar que somos
imperfeitos e temos essas falhas, e corremos o risco
de ver e não enxergar, dai não olhamos...
Sorrir para alguém é expressar que ele é bem-vindo,
que a sua presença é um presente, uma dádiva;
traduz que estar feliz com a sua chegada.
Sorrir é também uma homenagem que prestamos ao outro.
Todos queremos ser vistos, respeitados, notados...
isto é inato no ser humano.
Portanto, vamos olhar mais para as pessoas,
se possível sorrir, cumprimentar...
Muitas só precisam de um olhar, de um sorriso
para se sentirem contentes, satisfeitas,
espantando a sua tristeza, sua melancolia...
Um olhar, um sorriso, um bom dia,
podem fazer muito por alguém que estar sofrendo, infeliz;
podem mudar os pensamentos negativos do outro ou o mal humor.
Quem sabe, esses gestos poderão fazer de um dia comum,
um dia extraordinário para alguém.
Eles têm muito valor.
Vamos olhar mais, sorrir mais!
Vamos tentar fazer os outros felizes...
Só assim nos contagiamos com nossos próprios gestos.



 
Maria José Virginio Views: 438

Código do texto: 035fa3946743a19505e42f593736564f                  Enviado por: Maria José Virginio em 11/02/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Maria José Virginio
Recife, PE, Brasil


 Ver mais textos desta autora